Foto: Gentil Barreira

Litoral Oeste, a Costa Branca

Diminui a letraAumenta a letra

Na travessia da líquida e incerta estrada Real, foi o litoral oeste o atracadouro das naus inaugurais, conduzidas em parte pela correnteza, noutra parte pelo vento, ambas as forças com poderes iguais, ou superiores, aos dos seus científicos instrumentos.

Entraram os portugueses pela Barra do Rio Ceará, hoje uma das saídas de Fortaleza para os que procuram os segredos do pôr-do-sol.

No alto do rio, a ponte: estacas fincadas fundo pela força da engenharia. Abaixo, apontam os barcos, as balsas, transportes tradicionais para uma mais prazerosa travessia. Após a ponte, as praias do Pacheco, do Icaraí, de Iparana, refúgios para o fim de semana de agitadas multidões.