Foto: Gentil Barreira

Do Forte, Fortaleza

Diminui a letraAumenta a letra

As plantas dos arquitetos, primeiras imagens da jovem cidade, mostram sua maturação. Fortaleza é reconhecida como vila em 1726. Sua primeira planta data desse período, quando se encontrava aos cuidados do Capitão-Mor Manuel Francês. Durante anos, a chegada marítima em Fortaleza foi atendida de forma precária. A História registra na antiga ponte metálica o desembarque dos navegantes, e que seu entorno foi o cenário onde se deu o sinal para a libertação dos escravos.

Era autor do protesto o jangadeiro Francisco José do Nascimento,de apelido Chico da Matilde, e mais adiante Dragão do Mar,que do transporte de gentes e cargas para o embarque nos navios tirava o seu sustento. Em março de 1884, este homem cruzou os braços e recusou-se a continuar conduzindo em sua jangada as sofridas cargas humanas. Seu gesto deu forças para o Ceará ser o primeiro estado do Brasil a declarar a abolição, inspirando José do Patrocínio a cunhar para esta terra o epíteto de “Terra da Luz” e fazendo com que o anônimo Chico crescesse para se transformar no afamado Dragão.